Logotipo Infonet
Cidade
GACC presta BO contra loja por uso indevido do seu nome
Funcionários da Le Biscuit pediam doações equivocadamente
13/01/2018  16:55
Instituição afirmou que vai adotar providências cabíveis (Foto: Arquivo Portal Infonet/GACC)

O Grupo de Apoio a Criança com Câncer (GACC) prestou boletim de ocorrência contra as lojas da Le Biscuit dos shoppings de Aracaju, na noite desta sexta-feira, 12, após constatar que os funcionários desses estabelecimentos estavam pedindo doações para a Instituição, condicionadas a desconto no valor da compra de produtos da loja. O problema em questão é que o GACC em Sergipe não tem parceria com as lojas, portanto, nunca recebeu essas doações. 

A situação foi percebida por uma doadora do GACC, que chegou a acionar a Polícia Militar e o Procon de Aracaju nesta sexta-feira. A loja foi autuada em flagrante pelo órgão Municipal por propaganda enganosa. Em um trecho da nota divulgada, o GACC repudiou a ação da loja e disse que vai adotar as providências cabíveis. “Em nenhum momento (o GACC) foi informado de qualquer ação promovida por esta rede de lojas que atua em Sergipe e nunca recebeu nenhum centavo. O GACC como instituição séria, comprometida com a lealdade, transparência e competência, repudia tal ação e está tomando as providências cabíveis que o caso exige”, pontua.

Também por meio de nota, a assessoria de imprensa da rede Le Biscuit se manifestou. A loja categorizou o caso como ‘um equívoco’ no que tange o nome da Instituição, já que em Sergipe, a rede diz apoiar, através do Instituto Ronald Mcdonald, a Associação dos Voluntários a Serviço da Oncologia em Sergipe (Avosos). “O repasse para o GRAAC ocorre nos Estados da Bahia e de Pernambuco. Afirmamos que a informação compartilhada via colaborador Le biscuit é equivocada e sentimos muito pelo ocorrido”, completou em nota.

Por Ícaro Novaes

Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Termos e Condiçoes
Cledson
13/01/2018 às 19:54
Tá claro que as siglas são similares... Desnecessário esse BO. Salvo após contato com a Le Biscuit de Aracaju, eles resolveram não fazer nada.
Cledson
14/01/2018 às 12:11
Agora, criar título de capitalização para repassar apenas parte, é feio... Isso se repassou pra outra entidade e foi mero erro material da informação verbal(?) do funcionário Le Biscuit... Não acredito em versões... Apenas nos fatos! E estes não foram esclarecidos!
Augusto
13/01/2018 às 21:39
Essa pessoa que prestou a queixa é uma palhaça. Fica buscando cabelo em ovo. Adora estar na mídia. Seria mais indicado criar um picadeiro e colocar no meio da praça aí ela vai ter todos os holofotes em cima dela. Palhaça... vai lê direito e procurar saber com as pessoas que realmente gerenciam as lojas.
Eu
14/01/2018 às 12:09
É claro que eu como cliente da Le Biscuit de Aracaju, quero que meu dinheiro seja doado para GAAC daqui, se ela disse que é daqui então eu quero que meu dinheiro vá para esta que ela disse!! Se ela disse doa a outra Instituição, está errado!! E induz ao erro ao cliente!! Quero meu dinheiro de volta para doar a Instituição ao qual eu quero e confio!! Certíssima a mulher que denunciou!!!Errado os empregados e a empresa!!
Luciana
14/01/2018 às 22:07
Só não entendi a presença da PM. BO quem faz é a Polícia Civil. Tantos marginais nas ruas e os PM's envolvidos nessa besteira!
Logo Rodapé
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro Sao José
Aracaju-SE, CEP 49015-030